A hora do almoço nas escolas do Japão – Muito mais do que uma pausa para comer

6
11

Captura de Tela 2015-09-23 às 10.47.25

Todo mundo sabe que muitas escolas do Brasil não tem uma alimentação adequada para seus alunos, isso quando conseguem verba para fornecer isso as crianças. Já no Japão, parece que as coisas são bem diferentes, além de levarem a risca a qualidade, a higiene e a educação dos alunos, a hora do almoço é muito mais do que apenas uma pausa para comer. Veja só:

  • Leandro Ribeiro

    Enquanto aqui no Brasil tem alunos batendo e até matando professores.
    Tirando que quase não temos educação alguma.

  • Henrique Alves

    Que pedagogia bacana, heim!!! Isso tudo parece bobagem, mas ensina as crianças a serem responsáveis, disciplinadas e cooperativas, qualidades essenciais para o bom funcionamento da sociedade. Japão sempre dando bons exemplos de respeito e compromisso com o próximo. Não é a toa que tudo funciona adequadamente mesmo quando acontecem catástrofes. Arigatou!!!!

  • AndinhoJp

    Isso comprova que, quanto mais cedo as crianças aprendem as boas maneiras, mais educadas elas são quando grandes. E dá para perceber que uma tarefa executada com a cooperação de todos, fica mais fácil, rápido e divertido em se fazer!!

  • Rafael

    Essa é a prova de que uma sociedade onde os bons costumes de uma cultura quando é passado de geração em geração pode mudar um país. Se uma criança é pedida para lavar a colher que comeu aqui no Brasil, os pais podem e muitos são até capazes de processar o estado por trabalho escravo.
    Porém não dá pra comparar muito, como os amigos falaram abaixo no Brasil quase não temos educação, o interessante pros governantes é manter o povo burro e preguiçoso.

  • Duduluca

    Não vi cair nenhum braço ou perna quando os proprios alunos limpando seu ambiente.
    Se fosse na Republica da Bananaia seria trabalho escravo…

  • Fernando Martines

    Imagino fazer isso no Brasil, imediatamente os pais tirariam a criança da escola dizendo “meu filho não vai limpar chão de ninguém”. Eeeeee Brasil, “neandertais” em quesito sociedade.