Quer receber as publicações do Uhull S.A. diretamente no Facebook?
Curta a nossa fanpage e seja notificado de tudo que sai aqui no Blog.

Um vídeo de 2010 que mostra como é feito o transporte de um caminhão Caterpillar 797F, usado para cargas pesadas de mineração. Segundo informações, esse caminhão gigante consegue levar uma carga de até 363 toneladas e andar a uma velocidade de 67km/h.

O Caterpillar 797F, que está entre os maiores do mundo, não pode rodar nessas estradas devido ao seu peso, que causaria um grande estrago no asfalto. Assim, usam outros veículos para fazer uma melhor distribuição de peso.

A quem interessar, aqui também tem um vídeo da fabricação de motores gigantes, feitos também pela Caterpillar:

COMPARTILHAR
  • Só eu que fiquei esperando o caminhão gigante virar um transformer?! kkkk

  • Hildo Jose Da Slva Silva

    Pensou se esses caminhões virassem um robô,seria uma coisa de louco.

    • Alex Palmeira

      Tu andas vendo muito Transformers, hein?

    • Hildo Jose Da Slva Silva

      Fazer o que,se nos canais de tv,seja eles a cabo ou assinatura,é o que mais dá reprise,hahahahahahaha!.

  • Eu não entendo uma coisa…o Caterpillar não pode rodar pra evitar um estrago na estrada; Então eles usam um caminhão menor para transportar o gigante, porém o ponto de pressão na estrada aumenta no centro, visto que o transportador é menos largo. No meu entendimento leigo, o Caterpillar distribuiria mais o peso por toda a estrada ao invés de concentrar mais ao centro… alguém se habilita a dar uma resposta técnica?

    • Thiago Lima

      No meu ponto de vista (e isso não quer dizer que seja o correto ou passe perto
      disso) os estragos nos asfaltos são causados por uma
      forte arrancada ou frenagem brusca, a tração causada pelo caminhão de
      transporte seria menor do que a exercida pela Caterpillar.

      • Pedro Bovendorp

        Na realidade, a distribuição do peso no caminhão menor se dá pela quantidade de rodas que ele possui. Apesar de o grandão estar no centro do pequeno, a rigidez da carroceria e o acerto das suspensões conferem uma distribuição absolutamente homogênea no asfalto, portanto, em vez de apoiar as centenas de toneladas diretamente em quatro pontos (rodas), o peso fica sobre as (muitas) rodas do caminhão menor!

        • Carlos Pizzato

          O ponto de sustentação de peso principal é distribuído pela engenharia de molas da carroceria do caminhão e também pela calibragem dos pneus que é feita pelo sistema de RODOAR ,claro bem mais moderna que os caminhões convencionais que circundam nossas estradas

          • Porra, aí sim!!! Valeu galera pelas respostas! Todas com muito sentido!! Concordo com vocês!

    • Gabriel

      O caminhão que o carrega, apesar de ser mais estreito, possui muito mais pneus. O que aumenta o contato com o solo e distribui melhor o peso.
      A área de contato de pneu com o chão não é exatamente proporcial a altura dele.

    • jonas aquino

      o acontece neste caso é que quando ele distribui o peso não para o centro, eles tambem alongan a carga…
      digamos que ele tenha 30 m de comprimento com 20 m de largura, ele distribui a carga ao longo de 50 m e uma largura de 15 m

  • RAFAEL OLIVEIRA

    O MAIS CERTO ERA O CAMINHÃO SER TRANSPORTADO DESMONTADO.