Chipanzés, resgatados de laboratórios, conhecem o mundo externo pela primeira vez


Chipanzés resgatados de laboratórios conhecem o mundo externo pela primeira vez

Cerca de 38 chipanzés, que eram usados para experiências de laboratório e foram resgatados por uma entidade protetora em 2009, puderam, pela primeira vez, conhecer o mundo externo de suas jaulas. Os animais estavam sendo habituados aos poucos para serem libertados e essa seria a primeira vez que conheceriam o sol, já que foram criados a vida inteira dentro do laboratório. Veja a reação desses pobres bichos ao serem libertados em uma área de 2.000 metros²:

Segundo a entidade, esse foi apenas o primeiro contato com o mundo externo. Eles precisam aprender a se habituar e conviver em um mundo aberto, já que foram criados em cativeiro.
Esses animais foram capturados na África, durante os anos de 70 e 80, e foram levados ainda bebês para os laboratórios. Uma entidade resolveu então brigar pelos animais e conseguiu resgatar boa parte deles nos anos 90. Esses animais agora estão em um santuário em Salzburg, na Áustria.

Que bom seria se eles tivessem uma vida normal, hein.

Site oficial da entidade

log in

reset password

Back to
log in
Users Online