Quer receber as publicações do Uhull S.A. diretamente no Facebook?
Curta a nossa fanpage e seja notificado de tudo que sai aqui no Blog.

Durante uma etapa CCR Ferrari Challenge, um evento de um clube de proprietários de Ferrari’s (exclusivo para modelos 355,360,430 e 458), que aconteceu no circuito de Wisconsin, EUA, uma

Um forte acidente marcou uma etapa de Wisconsin do CCR Ferrari Challenge 2015, um evento de um clube de proprietários de Ferrari’s (exclusivo para modelos 355,360,430 e 458).

O vídeo abaixo mostra, de todos os ângulos, como foi o acidente envolvendo o carro #13 (uma F458), pilotado por Jim Booth, que bateu e voou a mais de 240km/h.

A cerca de proteção ajudou a absorver o impacto e segurar o carro. Apesar de estar destruída, a Ferrari se mostrou muito segura, já que o piloto saiu caminhando, apenas com ferimentos leves.

COMPARTILHAR
  • Ken H.H

    Krl ‘-‘
    O carro deu um toque e a “aerodinâmica” foi pro saco rsrs
    Esses carros aguentam bastante pancada já que são montados para corrida (gaiola no interior)..

  • Wesley Nunes de Souza

    Vale aqui dizer o quanto o motorista do carro preto foi um belo de um FDP. Ali não tinha como dar merda, ele já estava com 1/4 de carro na frente e o cara inventa de fechar o outro? Quase matou o cara…

    • Gean Mumberger

      Se pode fechar (uma vez) até na F1, imagina nas outras competições.
      Outra que foi um movimento válido (na minha visão), a intenção é fazer o adversário desacelerar.

    • Na visão do piloto nao percebi ele fechando o cara não… ele ficou no meio da pista, o outro q bateu que foi cabaço mesmo, nota ele dando um belo de um totozinho no pneu de traz do cara… ai se ferrou

  • Bruno Breja

    Não sabia que a Ferraria agora ta fabricando aviões.

  • Cangaceroo

    Véi essas cameras não desgrudam nunca?

    • Jhonathan Draw

      Ué, tem uma que desgruda sim. Olha o replay depois das letrinhas!