Acusado de roubo se desespera ao descobrir que juíza era sua amiga de infância


Captura de Tela 2015-07-03 às 14.02.58

O julgamento de um homem suspeito de roubar um carro nos EUA acabou virando um encontro emocionante para a juíza Mindy Glazer, que acabou reconhecendo o réu Arthur Booth, 49, como um velho amigo de infância,

De acordo com o relatório da polícia, Booth foi flagrado dirigindo um Honda Accord dourado que teria sido usado no assalto a uma residência. Quando um policial tentou parar o veículo, Booth acelerou, dando início a uma perseguição, informou o site “NBC News”.

Senhor Booth, tenho uma pergunta. Você frequentou a escola Nautilus?”, questionou a juíza enquanto tentava conter a emoção.

Aos prantos, o homem apenas falava “Oh meu Deus!”, olhando para ela.

Sinto muito vê-lo aí. Sempre me perguntei o que teria acontecido com o senhor“, disse Glazer. Ela afirmou que ele era o garoto mais legal da escola, inclusive com as melhores notas. Que costumavam brincar juntos. “Olha o que aconteceu com ele”.

Triste, a juíza ainda deu conselhos duros ao homem, esperando que ele aprendesse a lição e mudasse de vida.

Sr. Booth, espero que você seja capaz de mudar seu comportamento. Boa sorte“, disse ela. “Triste é que na idade em que chegamos…“, comentou. “Espero que você seja capaz de sair desta situação bem e tenha uma vida boa.

No fim, o homem até tentou falar, mas recebeu ordem dos seguranças para deixar o local.

Ele deverá permanecer preso enquanto não pagar uma fiança de quase 40 mil dólares.

Via

log in

reset password

Back to
log in
Users Online