Como não remover uma caixa d’água

21
9

Em algum lugar da Guatemala, alguns trabalhadores estudaram o método mais fácil para tirar uma caixa d’água gigante da plataforma. Tudo estava indo bem, até que…

  • Gean Mumberger

    Da série: operador de guindaste que não estudou os limites de alavanca.

  • Fabiano Guimarães

    Auhsdusduds, os cara nem pra esvaziar a porra da caixa, bando de imundo !

    • Guilherme Demoliner

      óbvio q esta vazia, se não o guindaste nem erguia. O problema foi eles terem colocado o caminhão de frente ao invés de por de costa. A parte da frente tem o balanceamento de peso mais baixo.

      • Juan de Paula

        O Problema não foi a posição do caminhão. É pura física. A lança está toda erguida com isso o efeito chamado alavanca é maior, e quando mais a lança é abaixada (horizontalmente) mais forte é o efeito da alavanca, e assim o peso do caminhão se torna insuficiente para manter o equilíbrio. Se o caminhão estivesse fixado ao solo talvez ainda assim poderia desprender e ocorrer o acidente. O operador deveria somente abaixar o cabo de aço, sem descer horizontalmente a lança.

        • Guilherme Demoliner

          Sim o efeito de alavanca é óbvio, mas o que eu disse foi em relação apenas a posição do caminhão, em momento algum disse que era o único fator.

      • Marcos Bassini

        No final do vídeo voa água pra todo lado. Não fala besteira e presta mais atenção.

        • Guilherme Demoliner

          Calma cara, sem exaltações. Tinha um resto de agua sim, mas não estava cheio.

  • Jc 8 **

    Caixa d’água cheia

  • thiago da silveira

    Não tinha água. O operador parou o guindaste do lado errado, o contrapeso era para estar para trás e não para frente, como estava.

  • Lucas Poubel

    Putz, esvaziar ela seria o minimo a se fazer antes de toda essa cagada……

  • Gleydson Pio

    O plano de rigging não foi feito corretamente. Independentemente da posição do caminhão, o “guindaste” possui giro 360º para maior mobilidade e facilita o posicionamento, do carro e da carga. O que deve “segurar” a carga é o contrapeso posicionado atrás do operador.
    Para aeste tipo de trabalho, deve existir um cálculo específico para evitar desastres como esse do vídeo, que considera do tipo de solo à velocidade do vento.

    Nesse caso com certeza não foi calculado corretamente, infelizmente. Pode-se ver que a lança telescópica está toda “aberta” e quanto mais “aberta”, menor a capacidade de carga. A carro do guindaste deveria estar posicionado um pouco mais perto para deixar a lança o mais vertical possível, diminuindo o raio horizontal da lança, afim de garantir a eficácia do içamento.

    Falha humana, pura e simples.

    • Culpa da matemática que era muito boa quando x+1 era 2 kkk

    • Black Sete

      A culpada é a água dentro da caixa !

  • Gandalf Amiguinho Mimizento

    HEAUIHEAUIHEAIUEA

  • Rodrigo Soma Rodsoma

    Esse virou “guindasteiro” por cotas, hahaha.

  • Leonam

    Não precisa estudo, só precisa não ser burro.

    • Rafael

      Não precisa estudo? Temos aqui um jenio.

      • Leonam

        Aí que está a questão, eu não sou um “jenio” e sei o que o imbecil ali fez de errado.

        • Rafael

          O que você pensa que sabe é problema seu amigo, assim como as merdas que você defeca na internet. Saúde, sucesso e paz, valeu irmão.