Jovens criam preservativo que muda de cor ao entrar em contato com DSTs


students-invent-condom-changes-color-sti-std-steye-teen-tech-1

O fato de alguém ter criado uma camisinha(preservativo) que consegue detectar DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis) é fantástico, mas o fato de ela ter sido criada por uma equipe de jovens de 13 a 14 anos de idade é impressionante.

Muaz Nawaz(13), Daanyaal Ali e Chirag Shah(14), da Isaac Newton Academy de Londres, conseguiram desenvolver uma camisinha, apelidada de “S.T.EYE”, que muda de cor ao entrar em contato com as bactérias presentes em infecções como clamídia e sífilis.

students-invent-condom-changes-color-sti-std-steye-teen-tech-2

A idéia primária era criar algo capaz de detectar DSTs sem a necessidade de testes invasivos, já que muitos não fazem exames com frequência. “Temos certeza que somos capazes de dar paz de espírito aos usuários e permitir que as pessoas vivam de forma mais responsável do que nunca“, disseram.

A invenção ganhou o prêmio TeenTech, que divulga e incentiva adolescentes a explorar ciência, engenharia e tecnologia. Como recompensa, os alunos receberam um valor de 1.000 libras (equivalente a 4.8 mil reais) e uma viagem para conhecer o Palácio de Buckingham, em Londres.

Segundo dados da OMS, cerca de um milhão de pessoas adquirem diariamente alguma infecção sexualmente transmissível.

Fonte: WashingtonPost

log in

reset password

Back to
log in
Users Online