Serial Killer de 30 anos é condenado à morte e não expressa qualquer emoção

6
16966

O americano Nikko Jenkins, 30 anos, foi preso em 2013 por matar 4 pessoas em Omaha e Nebraska, nos Estados Unidos. Recentemente, o tribunal de Nebraska julgou Jenkins e, pela primeira vez na história do estado, ele foi sentenciado a morte.

O mais curioso é que, ao ouvir a pena, Jenkins não demonstrou qualquer emoção. Veja:

Além dos homicídios, esse sujeito ainda tem obsessão por se cortar e se torturar. Ato que, segundo ele, é feito em homenagem ao “Deus Cobra”. Há um tempo, ele resolveu cortar seu próprio pênis e ainda marcou 666 em sua testa.

Vai pros braços do capeta!

COMPARTILHAR
  • Luiz Toledo

    Massa que ele não demonstrou emoção, pq se esse satanás chora, maria do rosário já vinha aqui comentar e encher a porra do saco!

    • Felipe Mendonça

      kkkkkkkk true story

  • Wyllys Souza Julliet Souza

    Victor Zsasz da vida real…

  • Kidneri Neto

    e foi nesse dia que descobriram que ele também é surdo…

    • Maurinei Cabral

      kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Bruno Alencar

    “Mesmo que ele não seja executado, terá que cumprir um MÍNIMO de 450 anos na prisão por suas acusações.” Isso sim é uma pena exemplar!! Aqui no Brasil tem maluco cometendo chacinas, matando nas dezenas e mal passa 20 anos na cadeia, isso quando não foge muito antes disso.