Quer receber as publicações do Uhull S.A. diretamente no Facebook?
Curta a nossa fanpage e seja notificado de tudo que sai aqui no Blog.

Arqueólogos descobriram uma estátua de oito metros feita de quartzito submersa nas águas de uma favela do Cairo, no Egito. De acordo com os pesquisadores, egípcios e alemães, a peça pode ser a imagem do faraó Ramsés II, que governou o Egito há mais de 3 mil anos.

A descoberta foi considerada uma das mais importantes da história, segundo o ministério das Antiguidades.

Os destroços estavam na região de Matariya, a antiga cidade de Heliópolis. O local hoje tem edifícios inacabados e estradas de lama, mas era considerado a casa do Deus Sol pelos antigos egípcios.

O templo do Sol em Heliópolis, um dos maiores do Egito, foi fundado por Ramsés II, por isso os arqueólogos acreditam que a grande estátua seja deste faraó.

Segundo os pesquisadores, Ramsés II foi o governante mais poderoso e célebre do antigo Egito, governando de 1.279 até 1213 a.c, e sendo apelidado de Ramsés, O Grande.

COMPARTILHAR
  • Acho que vou manda construir uma estátua de mim mesmo e joga em uma floresta daqui mil anos vão acha e dizer aqui o Deus da amazonas kkkkk

  • Frank762

    Construiram uma favela gigante e imunda em cima de um sítio arqueológico.Muitos artefatos raríssimos se perderam para sempre.